sexta-feira, 13 de abril de 2012

Conexão Serial Killers com homossexualismo


.
A mídia de massa ocidental, principalmente a televisão, é farta em passar reportagens ligadas a dita homofobia, a intolerância e mesmo a pedofilia envolvendo padres. Bem, nada demais contra isso, só que se assume uma coisa, você acusar héteros conservadores e religiosos ou skinheads de intolerância, ou padres de pedofilia, nada demais, mas se você fizer alguma conexão do homossexualismo com tais crimes, pode ter sua opinião censurada e ser tachado de homofóbico. Ou seja, não ha mal nenhum em dizer que padres costumam ser pedófilos, que cristãos costumam ser homofóbicos, agora se você se referir aos homossexuais de forma semelhante, ai sim temos um problema. Sera que nos anos 80 seria considerado homofobia dizer que o grupo de risco de AIDS eram os homossexuais?
Aqui mostro um lado ocultado da imprensa ocidental, a conexão do homossexualismo com o crime, por "coincidência", a maioria dos serial killers também possuíam desequilíbrios de ordem sexual, foram abusados na infância alguns, e se enveredaram para o homossexualismo. Serial Killers famosos citados aqui que também eram gays.
.
Jeffrey Dahmer, matou 17, canibal homossexual. Ele foi morto por um companheiro de prisão na prisão.
Andrew Cunanan, matou 5, matou o desenhista de moda Gianni Versace.
Gilles de Rais, matou mais de 300, sócio de Joana D'Arc.
Luis Alfredo Garavito, matou mais de 140, O matador serial gay que assassinou mais de 140 meninos na Colômbia.
Randy Steven Kraft, matou em media 65 pessoas, "Matador de Cartão de Conta".
Michael Swango, matou entre 35 e 60, "Doutor de Morte" - matava seus pacientes no hospital.
Andrei Chikatilo, matou 52.
Fritz Haarmann, matou 40, açogueiro de Hanôver.
.
Hans Grans, matou mais 27, cumplice e amante de Haarmann, "o Açougueiro de Hanôver".
John Wayne Gacy, matou 33, bissexual; 27 das suas vítimas (meninos jovens que ele seduziu) foram encontradas enterradas em embaixo da sua casa. Executado em Joliet, IL.
.
Patrick Wayne Kearney e David D. Hill(namorados), 28 mortes, O amante de Patrick Kearney; confessado a ser co-matador com Kearney, mas polícia não foram seguros sobre a extensão do seu envolvimento.
Wayne Williams, matou 27, O matador serial gay que rapinou pela maior parte em pessoas ativas masculinas pretas jovens.
Dean Corll, 27 mortes, Elmer Wayne Henley, 27 mortes tambem, Bissexual. As vítimas foram meninos jovens que ele raptou e torturou.
David Owen Brooks, 27 mortes.
Donald Harvey, entre 25 e 40 mortes.
.
Juan Corona, 25 mortes, Nascido no México. Todas das suas vítimas foram homens que ele primeiro arrebatou, e logo matou com um machete por cima do palmo de seis semanas. Logo reside na Prisão de estado de Corcoran. O irmão de Juan Corona é Natividad, o proprietário gay do café de Guadalajara em Marysville Califórnia.
.
Adolfo de Jesus Constanzo, matou em media 27 pessoas, Matador do "Culto de Matamoros".
Larry Eyler, matou 19.
.
Huang Yong, matou mais de 17, Gay Executado. Os meninos assassinados com que ele flertou e buscou em cafés de Internet. Salvado os seus cintos como lembranças. A sua 18a vítima escapou, levando à sua detenção.
.
Dennis Nilsen, matou 16, Marcelo Costa de Andrade, matou 14, William Bonin, matou mais de 12.
Henry Lee Lucas junto com Ottis Toole(cúmplices e namorados), mataram mais de 12.
Vaughn Greenwood, matou 11.
Richard Speck, matou mais de 8, casado, bissexual.
Cayetano Hernandez e Eleazor Solis mataram 8.
David Bullock, matou mais de 6.
Vernon Butts, cumplice de William Bonin , matou mais de 6.
Paul Bateson, matou 6.
Marc Dutroux, matou 6, Bissexual. Ele é excepcional entre matadores seriais gays, em que as suas vítimas foram todas as meninas, que ele raptou e torturou antes da matança. Um dos matadores seriais mais notórios na história de Bélgica.
Michael Terry, matou 6, Orville Lynn Majors, matou 6, Charles Cohen matou mais de 5.
.
Arthur Gary Bishop, matou 5, Serial Killer de jovens de Utah, Anos antes da sua bebedeira de assassinato, em 1978, ele tinha sido excomungado da Igreja LDS, O bispo foi um homossexual ativo e não foi mais membro da Igreja LDS quando ele se tornou um matador serial. Executado em Prisão de estado de Utah. Ele disse dos seus crimes: "Com grande tristeza e remorso, realizo que permiti que eu fosse enganado por Satã. A pornografia não foi a única influência negativa na minha vida, mas o seu efeito em mim foi devastador. Sou um pedofilo homossexual condenado do assassinato, e a pornografia foi um fator de determinação na minha queda."
.
Michael Lupo, matou 4, Peter Moore matou mais de 4, Westley Allan Dodd, matou 3.
David P. Brown (a.k.a. Nathaniel Bar-Jonah), matou 3+, As vítimas foram todos os meninos jovens.
.
Charles Manson, 3+, Bissexual. Um dos matadores seriais nacionais mais famosos. Atriz assassinada Sharon Tate, a esposa de diretor Roman Polanski. Profundamente interessado no oculto. Bruce Davis 2+ , cumplice de Charles Manson.
David Edward Maust, 5+,Gay, Meninos adolescentes mortos, normalmente apunhalando.
Erik Menendez , matou 2, com seu irmão direto Lyle, Erik matou os seus pais (Jose Menendez e Kitty Menendez). A sua prova foi uma história de notícias nacional principal.
.
Embora os assassinos homossexuais de vítimas únicas sejam demasiado numerosos para inclinar-se aqui, um número de especialmente famosos incluem: Nathan Leopold e Richard Loeb (o casal gay rico de Chicago com boa vida acadêmica, que assassinaram um menino em 1924 somente por divertimento; a sua história ficou um dos casos de assassinato nacionais mais famosos, e foi a base de muitos filmes, inclusive o filme de Hitchcock " Rope ")
.
Armin Meiwes (sexualmente canibal de afastado dos padrões alemães conhecido como "Der Metzgermeister" - o Açougueiro de Mestre, que encontrou uma vítima pela Internet quem ele comeu e matou).
.
John E. du Pont (o membro homossexual de Pont du rico familar quem matou o lutador Olímpico David Schultz a tiros).
Karla Homolka (lésbica canadense que assassinou sua própria irmã).
.
Outros criminosos gays violentos notáveis incluem Kenneth Parnell (pagou 500 dólares "para comprar" um menino preto jovem denominaram Steven Stayner, que ele então arrebatou e raptou); John Wojtowicz (cujo roubo bancário inspirou a Tarde de Dia de Cão de filme).
.
Serial Killers que eram lesbicas:
Magdalena Solis, Aileen Wuornos, Tyria Moore, Catherine Wood e Gwen Graham , eram namoradas lesbicas e enfermeiras, que mataram 6 pacientes e a famosa Condessa de Bathory, que costumava se banhar com o sangue de suas vítimas.
.

5 comentários:

vendedor de ilusão disse...

Olá, vim lhe visitar e desejar um excelente domingo e uma semana esplendorosa, com direito a feriado e tudo...
Abraço.

Arthur disse...

Acho que o russo chikatilo, não era homossexual............

Anônimo disse...

Olá, moço! A questão não é tão superficial como você coloca.Se assim fosse eu também poderia supor que como a maioria são homens, o gênero em geral tem tendência a desenvolver psicopatas rs Veja como o que aborda é apenas uma generalização infundada, vaga e também preconceituosa. Preconceituosa, sim, mesmo que não consiga admitir.
Abraço

Anônimo disse...

Concordo plenamente com a postagem anônima 19 de dezembro de 2013

Anônimo disse...

Eu também concordo com ele, até porque a maioria dos serial killers são mesmo homens.